Associação Portuguesa de Sociologia|aps@aps.pt

Debates nas Escolas Secundárias – “Perspectiva sociológica sobre o mundo”

//Debates nas Escolas Secundárias – “Perspectiva sociológica sobre o mundo”

Debates nas Escolas Secundárias – “Perspectiva sociológica sobre o mundo”

“A visão sociológica sobre o mundo” 

No dia 30 de novembro a equipa de alunos da Licenciatura em Sociologia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias realizou uma sessão dos debates “olhar sociológico” nas escolas secundárias.

Desta vez, foi na Biblioteca do Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves na Amadora.

Veja aqui a o relatório e reportagem fotográfica.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento ao Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves, ao director Professor Bruno Miguel Santos e ao responsável pela Biblioteca, Dr. Luís Fernandes e aos/às seus/suas alunos/as; à Licenciatura em Sociologia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Prof. José Pinto, e às/ao alunas/o, Rui Pedro Correia Fernandes, Soraia Isabel Duarte Augusto, Ana Catarina Barreto Alonso dos Santos, Sandra Cristina da Silva Nunes, Duvelaine de Jesus Nunes Pereira e Assunção do Coração de Maria Hilongu-Maciy.

No dia 10 de dezembro a equipa de alunos da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa realizou mais uma sessão dos debates “olhar sociológico” nas escolas secundárias.

Desta vez a sessão foi na Escola Secundária de Peniche.

Esta Escola já tinha acolhido este debate no ano lectivo passado, com outra docente. Tal como no ano passado a professora que nos acolheu, Albertina Farto, gostou bastante da iniciativa e sugeriu, até, que fosse dinamizada mais uma sessão na escola.

Os alunos eram todos do curso de Humanidades e responderam de forma interessante aos desafios que lhes foram lançados.

Veja aqui a reportagem fotográfica.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Secundária de Peniche, à Professora Albertina Farto e aos/às seus/suas alunos/as; à Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, Profª Sónia Pintassilgo, e às/ao alunas/o, Ana Filipa Cândido, o Eduardo Cabral e a Mariana Marques.

No dia 14 de novembro a equipa de alunos da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa realizou a primeira sessão deste ano lectivo dos debates “olhar sociológico” nas escolas secundárias.

Desta vez, foi na Escola Secundária de Carcavelos, com uma turma do 12º acompanhada pela Professora Maria Luísa Pegado.

Da parte do ISCTE estiveram 4 alunos: a Mariana Marques (3º ano), o Eduardo Cabral (3º ano), a Maria do Mar Faro (2º ano) e a Sara Martins (1º ano).

A Professora Luísa Pegado mostrou interesse em termos uma nova sessão com a turma, desta vez orientada para as questões da Comunicação.

Veja aqui a reportagem fotográfica.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Secundária de Carcavelos, à Professora Maria Luísa Pegado e aos/às seus/suas alunos/as; à Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, Profª Sónia Pintassilgo, e às/ao alunas/o, Mariana Marque, Eduardo Cabral, Marai do Mar Faro e Sara Martins.

“A visão sociológica sobre o mundo” em debate entre universitários e alunos do secundário

Um grupo de discentes da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade dos Açores – Joana Almeida, Joana Ferraz, Mário Chaves Gouveia e Teresa Ferreira, com orientação do Prof. Doutor Álvaro Borralho – promoveu, na quinta-feira, dia 11 de outubro, mais duas sessões de debate subordinadas à temática “A visão sociológica sobre o mundo”, desta vez com os alunos do 12º e do 11º ano do Colégio do Castanheiro.

Além da apresentação do guião sobre a “A visão sociológica sobre o mundo”, que possibilitou a participação muito ativa dos alunos do secundário em virtude da troca de ideias e da análise de exemplos, realizou-se também um debate que contou com a intervenção dos alunos sobre alguns aspetos da vida em sociedade, da realidade social e, também, sobre os perfis e empregabilidade dos sociólogos.

A iniciativa insere-se no âmbito do projeto lançado pela APS – Associação Portuguesa de Sociologia – de divulgação da Sociologia aos estudantes do ensino secundário. O propósito das sessões, que têm vindo a ser realizadas em vários estabelecimentos de ensino, é o de dar a conhecer a forma como a Sociologia possibilita um olhar diferente do das ciências naturais relativamente à sociedade onde nos inserimos, com o devido relacionamento à génese da Sociologia enquanto ciência com as transformações sociais ocorridas na Europa e no mundo a partir dos séculos XVIII e XIX.

Nestas iniciativas de contacto com a Sociologia, além da exposição de conhecimentos por parte dos jovens universitários desenvolvem-se exercícios que ensaiam a capacidade dos participantes em se distanciarem criticamente da realidade, com o permanente diálogo entre ambas as partes. Assim, os alunos têm a hipótese de olhar a sociedade onde se inserem como se dela não fizessem parte, procurando fazer uma rutura com as experiências por si vivenciadas e fazendo uma análise distanciada das suas experiências sociais.

UAc, 16.10.2018.

Veja aqui a reportagem fotográfica.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento ao Colégio do Castanheiro, aos/às seus/suas docentes e aos/às seus/suas alunos/as; à Universidade dos Açores, Prof. Álvaro Borralho, e às/ao alunas/o do NESUA, Joana Almeida, Joana Ferraz, Mário Chaves Gouveia e Teresa Ferreira.

No passado dia 10 de outubro fomos levar o “Olhar sociológico sobre o mundo” à escola Garcia de Orta, no Porto.

Mantivemos a estrutura da apresentação que criámos para as sessões do ano (letivo) passado, que reúnem momentos mais expositivos, sobre a afirmação da sociologia no campo científico, e outros mais participativos, onde o debate e as experiências de cada um, ganham protagonismo.

Mais uma vez, tivemos uma grande receção a todos os temas, inclusive a uma discussão que não havíamos testado – as desigualdades na educação. O professor agradeceu e valorizou a nossa presença, convidando-nos a repetir esta atividade todos os anos.

A equipa – Ângela Alves, Beatriz Lacerda, Cátia Costa, Catarina Martins e Rafael Ribeiro – orientada pelas professoras Cristina Parente e Natália Azevedo.

Veja aqui a reportagem fotográfica.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Garcia de Orta, no Porto, aos seus docentes e aos seus alunos; à Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Profªs Cristina Parente e Natália Azevedo, e às/ao alunas/o Ângela Alves, Beatriz Lacerda, Cátia Costa, Catarina Martins e Rafael Ribeiro.

A Associação Portuguesa de Sociologia considera prioritário o diálogo com os estudantes do ensino secundário, potenciais alunos de cursos de sociologia, no sentido de com eles criar um debate a respeito da perspetiva sociológica sobre o mundo, as suas especificidades e o seu cariz transformador. Esse debate é tão mais necessário quanto, no ensino secundário, a disciplina é maioritariamente lecionada por não sociólogos, tendo vindo a perder paulatinamente estudantes.

No ano lectivo de 2017/2018 numa colaboração entre a APS e várias instituições do ensino superior com formação em Sociologia, constituíram-se equipas de estudantes de sociologia do ensino superior para realizaram debates  nas escolas secundárias sobre o olhar sociológico tendo sido enviado o convite às escolas secundárias do país para acolherem estes debates.

Registámos reações muito positivas não só da parte das escolas secundárias como das equipas de alunos e docentes do ensino superior que realizaram os debates. O sucesso colhido por esta iniciativa, bem patente nos testemunhos dos seus intervenientes (que pode ver na sequência deste artigo), é por si mesmo incentivo bastante para lhe darmos continuidade.

Este ano retomámos esta iniciativa. Vários cursos de Sociologia de instituições do ensino superior estão já a formar as equipas de alunos que irão realizar os debates.

Recebemos até ao momento o pedido de realização de debates das escolas:

Escola Secundária de Cascais
Escola Secundária Garcia de Orta, Porto
Escola Secundária de Peniche
Escola Básica e Secundária de Carcavelos, Cascais
Escola Básica e Secundária Dr. Azevedo Neves, Damaia, Amadora
Escola Secundária de Alcácer do Sal
Escola Secundária Poeta António Aleixo, Portimão
Colégio do Castanheiro, Ponta Delgada
Escola Secundária Francisco de Holanda, Guimarães
Escola Secundária Sá da Bandeira, Santarém
Escola Secundária Professor José Augusto Lucas, Linda-a-Velha, Oeiras
Escola Secundária de Caldas das Taipas, Guimarães
Escola Secundária de Fundão

Escola Básica e Secundária Anselmo de Andrade, Almada

Escola Secundária Dr. João Lopes de Morais, Mortágua

Tal como no ano passado iremos dando conta de como decorreram os debates.

A direcção da APS está também a preparar o Encontro Sociologia e Ensino Secundário que se irá realizar no dia 17 de janeiro de 2019, em Lisboa, no ISCTE-IUL. Em breve faremos a divulgação deste Encontro.

“Um olhar sociológico sobre o mundo” Faz a tua Escolha! Escolhe Superior!

8 de maio, 2018

No dia 8 de maio de 2018 uma equipa da Universidade de Évora deslocou-se à Escola Secundária de Loulé, no âmbito da iniciativa “Um olhar sociológico sobre o mundo” a qual associou o lema “Faz a tua Escolha! Escolhe Superior!”, com o objectivo de promover o ensino da Sociologia ao nível do ensino superior e de sensibilizar os alunos do ensino secundário para a importância de ingressar no ensino superior.

Veja aqui a informação completa.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Secundária de Loulé, aos seus docentes e aos seus alunos; à Universidade de Évora, às Profªs Maria Manuel Serrano e Rosário Mauritti e à(o)s aluna(o)s Abigail Varandas, Hugo Sécio, Susana Paixão, Maria Nazaré Pencas e Ana Lobato.

17 de abril, 2018 

No passado dia 17 de abril (2018), os docentes Saudade Baltazar e Filipe Ribeiro, acompanhados pelos alunos Daniela Carrasco (1ª Ciclo), Maria Cachucho (1ª Ciclo) e Susana Paixão (2ª Ciclo), do Departamento de Sociologia da Universidade de Évora, deslocaram-se à Escola Secundária João de Deus, em Faro, não só com o intuito de fomentar a frequência do ensino superior, em especial a licenciatura em Sociologia, mas principalmente de promover um debate com a temática: “Um olhar Sociológico sobre o Mundo”. Este debate surge de um repto lançando pela própria Associação Portuguesa de Sociologia (APS) que permitirá reforçar a Sociologia perante os alunos que estarão prestes a candidatar-se ao ensino superior. A audiência encontrava-se composta por 53 estudantes provenientes de duas turmas/áreas distintas de formação referentes ao 12ª ano: Línguas e Humanidades e Ciências Socioeconómicas.

Veja aqui a informação completa.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Secundária João de Deus, aos seus docentes e aos seus alunos; à Universidade de Évora, aos Prof.s Saudade Baltazar e Filipe Ribeiro, e às alunas Daniela Carrasco, Maria Cachucho e Susana Paixão.

“Alunos do ensino superior e do secundário debateram “A visão sociológica sobre o mundo”

No âmbito da iniciativa lançada pela APS – Associação Portuguesa de Sociologia – de divulgação da Sociologia aos estudantes do ensino secundário, um grupo de discentes da Universidade dos Açores – Joana Almeida, Joana Ferraz, Mário Chaves Gouveia e Teresa Ferreira do NESUA Núcleo de Estudantes de Sociologia da UAc –, com orientação do Prof. Doutor Álvaro Borralho, promoveu a 15 e 19 de março, duas sessões-debate na Escola Secundária Antero de Quental.

O propósito das sessões foi o de dar a conhecer a forma como a Sociologia possibilita um olhar diferente do das ciências naturais relativamente à sociedade onde nos inserimos, relacionando a génese da Sociologia enquanto ciência com as transformações sociais ocorridas na Europa e no mundo a partir dos séculos XVIII e XIX.

Nesta iniciativa de contacto com a Sociologia e de debate, desenvolveu-se um exercício que ensaiou a capacidade dos participantes em se distanciarem criticamente da realidade. Isto é, de olhar a sociedade onde se inserem como se dela não fizessem parte, procurando fazer uma rutura com as experiências por si vivenciadas e fazendo uma análise distanciada das suas experiências sociais. No fundo, aquilo que a Sociologia cria e produz na sua prática enquanto conhecimento e ciência.”

Veja aqui a reportagem fotográfica.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Secundária Antero de Quental, aos seus docentes e aos seus alunos; à Universidade dos Açores, Profª Álvaro Borralho, e aos alunos do NESUA, Joana Almeida, Joana Ferraz, Mário Chaves Gouveia e Teresa Ferreira e à sua colega Lisandra Silva que fotografou a sessão.

Reportamos mais um debate que se realizou na sequência da iniciativa lançada pela Direcção da APS em que alunos de sociologia do Ensino Superior animam debates sobre o “olhar sociológico” junto de turmas de alunos do ensino secundário.

Escola Secundária de Peniche acolheu a equipa de alunos da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL , a 15 de Fevereiro de 2018.

“A sessão foi dirigida aos alunos do 12º ano que frequentam a disciplina de Sociologia, lecionada pela Professora Irene Escada, e teve a duração de, aproximadamente, duas horas.

Os alunos da escola mostraram bastante recetividade e entusiasmo relativamente aos conteúdos abordados e às atividades propostas durante a aula.

A Professora mostrou interesse em dar continuidade à iniciativa, nos próximos anos. Correu muito bem.”

Veja aqui a reportagem fotográfica.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Secundária de Peniche, aos seus docentes, Drª Irene Escada, e aos seus alunos; à Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL, Profª Sónia Cardoso, e aos alunos do ISCTE-IUL, Francisca Porfírio, Nuno Penha Gambóia, Tiago Martins e Ana Filipa Cândido.

Damos aqui conta de mais um debate que se realizou na sequência da iniciativa lançada pela Direcção da APS em que alunos de sociologia do Ensino Superior animam debates sobre o “olhar sociológico” junto de turmas de alunos do ensino secundário.

Na sequência do debate realizado por alunos da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL na  Escola Secundária Amélia Rey Colaço, em Linda-a-Velha realizou-se nova sessão, a 5 de Fevereiro, agora com duas turmas de alunos da Escola Secundária a irem ao ISCTE-IUL.

“A sessão correu muito, os alunos e os docentes que os acompanharam tiveram, também, a oportunidade de conhecer o ISCTE-IUL. Na sessão contámos com a presença da Diretora da Escola de Sociologia e Políticas Públicas, a Professora Helena Carreiras, do Professor António Firmino da Costa e da Professora Madalena Ramos.

Foi uma sessão muito rica, com partilha de conhecimento, entusiasmo e muita interação entre todos os participantes.”

Veja aqui a reportagem fotográfica.

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Secundária Amélia Rey Colaço, aos seus docentes, Dr. Amândio Fontoura e Drª Alice Canena, e aos seus alunos; à Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL, Profª Sónia Cardoso, Profª Helena Carreiras, Prof. António Firmino da Costa, Profª Madalena Ramos e aos alunos do ISCTE-IUL, Francisca Porfírio, Nuno Penha Gambóia, Tiago Martins e Ana Filipa Cândido.

Em consonância com o concurso lançado para a constituição de equipas de estudantes de sociologia do ensino superior para animar debates (30 a 60 m) em sala de aula sobre o “olhar sociológico”, a direção da APS convidou as escolas secundárias do país a manifestar o seu interesse em acolher a realização destes debates.

Foi com muita satisfação que verificámos o acolhimento muito positivo a esta iniciativa tendo recebido um número significativo de pedidos por parte das escolas secundárias para a realização destes debates.

O processo de avaliação das propostas recebidas para a constituição das equipas de estudantes do ensino superior ainda está a decorrer. Dado que algumas escolas secundárias pediram a realização dos debates em data anterior à conclusão do processo de constituição destas equipas, e não querendo deixar de corresponder aos pedidos destas escolas, a direção da APS contactou a coordenação dos cursos das instituições do Ensino Superior da mesma área geográfica pedindo-lhes para constituírem uma equipa de estudantes para, sob a orientação de um docente, realizarem estes debates.

É com muito gosto que vos damos aqui conta da realização de dois destes debates.

Na Escola Secundária Amélia Rey Colaço, em Linda-a-Velha realizado pelos alunos da Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL

“A sessão correu muito bem, houve uma enorme empatia entre os alunos do ISCTE e os da escola, que responderam muito bem às atividades propostas e se envolveram totalmente na aula. No início da sessão, os alunos fizeram um enquadramento, explicando a promoção da iniciativa e do concurso pela APS.

Por sugestão do Professor, irão decorrer mais duas sessões com a mesma turma.”

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Secundária Amélia Rey Colaço, docente Dr. Amândio Fontoura, e aos seus alunos; à Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL, Profª Sónia Cardoso e aos alunos do ISCTE-IUL, Francisca Porfírio, Nuno Penha Gambóia, Tiago Martins e Ana Filipa Cândido.

Na Escola Secundária da Quinta do Marquês, em Oeiras, pelos alunos do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa.

“A equipa, constituída por três dos nossos alunos do I ciclo e um do II ciclo, realizou uma sessão muito interactiva, com  constantes perguntas e desafios à reflexão sobre quatro temas específicos, numa lógica de desconstrução das ideias de “senso-comum”. Os referidos temas foram: globalização, uso dos tecnologias de Informação e comunicação por parte de crianças e jovens, desigualdades sociais na educação e ambiente, alterações climáticas e incêndios. Tratou-se de um debate muito participado, no qual os estudantes da Escola do Marquês colocaram inúmeras questões, não só acerca dos temas abordados, mas também sobre a “utilidade” e relevância da Sociologia, enquanto disciplina científica.
No final, a docente responsável pelo acolhimento desta iniciativa enalteceu a qualidade da sessão e mostrou-se muito entusiasmada com o resultado, tendo referido que, eventualmente, no próximo ano lectivo a Escola teria todo o interesse em repetir a experiência.”

A direcção da APS agradece todo a disponibilidade e empenhamento à Escola Secundária Quinta do Marquês, docente Drª Ana Paula Rio, e aos seus alunos; à Unidade de Coordenação de Sociologia do ISCSP, Profª Anália Torres e Profª Maria da Luz Ramos e aos alunos do ISCSP, Carolina São Luiz, Catarina Matos, Ricardo Dias e Tiago Lucas.

2018-12-12T19:10:27+00:00
Free WordPress Themes, Free Android Games