O primeiro Ciclo de Conferências do Pensamento Crítico Contemporâneo será inaugurado nos dias 16 e 17 de Maio, através da realização de duas conferências integradas. Atenção à mudança das salas de realização das conferências.

Primo Levi e as escritas da História: a literatura do testemunho e a representação do Holocausto

Pedro Caldas, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro |16 de maio | 16h |  Sala de Reuniões 1 (FLUP, 2º andar)

Reckonings with violent pasts: rethinking the memorial and the monument 

Marita Sturken, New York University | 17 de maio | 15h | Anfiteatro Nobre (FLUP)

 

Primo Levi e as escritas da História: a literatura do testemunho e a representação do Holocausto

Pedro Caldas, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro |16 de maio | 16h

“Um evento limite é aquele capaz de desafiar as nossas formas habituais de entender e sentir os fenómenos históricos. Muito mais do que um documento sobre os campos de extermínio, a obra de Primo Levi convida-nos a refletir sobre a escrita da história e da temporalidade.”

Reckonings with violent pasts: rethinking the memorial and the monument 

Marita Sturken, New York University | 17 de maio | 15h

“Olhando para o contexto transnacional do boom da memória (em particular na Alemanha, nos EUA, na Argentina e no Chile) e para os movimentos de desmonumentalização (em particular na África do Sul, em Inglaterra e nos EUA), a conferência pretende explorar as consequências da forma como o impulso para a memorialização se começou a voltar, finalmente, para a memória dos passados imperiais e coloniais, para questionar a monumentalização do império e dos regimes escravistas, e para as exigências de um acerto de contas com os legados da escravatura”.

Entrevista a Marita Sturken por Inês Beleza Barreiros (in Buala, 21/10/2021).

+ Info: https://www.buala.org/pt/da-fala/enfrentando-passados-violentos-repensando-o-memorial-e-o-monumento