Ciclo de Webinars

Secção Temática Classes, Desigualdades e Políticas Públicas da Associação Portuguesa de Sociologia

Caros/as Colegas,

Com o propósito de dignificar e, simultaneamente, ampliar e renovar o património desta área, a Secção Temática “Classes, Desigualdades e Políticas Públicas” da Associação Portuguesa de Sociologia organiza, em parceria com o Instituto de Sociologia da Universidade do Porto e com o Observatório das Desigualdades, um Ciclo de Webinars dedicado a debates emergentes nestes âmbitos temáticos.

Com uma periodicidade mensal, e sessões de 90 minutos, divididas entre apresentações pelos/as convidados/as e discussão com os/as demais participantes, este ciclo de debates online, de acesso livre e aberto à comunidade sociológica e científica em geral, pretende configurar um espaço de apresentação de novas perspetivas, objetos e análises, mobilizando para tal as contribuições de investigações em curso ou recentemente concluídas e incidindo sobre a realidade portuguesa, com abertura a outros enquadramentos sociais e territoriais.

Poderão visitar o site da Secção em:

https://stnr.aps.pt/classes-desigualdades-politicas-publicas/inicio/

A Equipa Coordenadora,

João Queirós, Pedro Abrantes, Sara Franco da Silva

Parceiros: Instituto de Sociologia – UP e Observatório das Desigualdades

Realiza-se no próximo dia 17 de abril, quarta-feira, pelas 13:00, a 6ª Sessão do Ciclo de Webinars sobre “Classes, Desigualdades e Políticas Públicas: Debates Emergentes”, que esta Secção Temática da Associação Portuguesa de Sociologia vem organizando em parceria com o Instituto de Sociologia da Universidade do Porto e com o Observatório das Desigualdades.

A sexta sessão deste Ciclo acontecerá uma vez mais via Zoom e será dedicada à temática da regulação dos acidentes de trabalho. A dinamização estará a cargo de Vanessa Rodrigues, socióloga, investigadora do Instituto de Sociologia da Universidade do Porto. A comunicação inicial intitula-se “Trajetórias pós-acidente de trabalho em Portugal: notas de pesquisa sobre uma política pública suportada num regime de responsabilidade privada”.

A esta comunicação seguir-se-á um período de debate com os/as participantes no Webinar.

A sessão pode ser acedida através do seguinte link zoom:

https://videoconf-colibri.zoom.us/j/91633738413?pwd=aENzMjd3SkZDMlIyTngwMi81R1VnUT09

Cartaz da sessão AQUI!

Online – ZOOM | ID da Sessão: 916 3373 8413 | Senha: 938364

A próxima sessão deste Ciclo terá lugar a  22 de fevereiro de 2024, quinta-feira, pelas 13:00, via Zoom, e será dedicada “A invocação e a regulação do assédio: notas sobre o poder (de) disciplinar”.

A dinamização estará a cargo de Ana Oliveira, Socióloga. Investigadora no Centro de Estudos Sociais (CES),  Doutorada em Estudos Feministas pela Universidade de Coimbra.

A esta comunicação seguir-se-á um período de debate com os/as participantes na sessão.

Neste seminário, pretende-se explorar algumas características, manifestações e dilemas que acompanham a formação de um domínio de saber em torno do assédio e o expansionismo do poder disciplinar, partindo de uma análise sociojurídica ao universo judicial e ao governo de diferentes contextos institucionais.

Cartaz da sessão AQUI!

Online – ZOOM
ID: 984 0232 2453 | Senha: 380033

A quarta sessão deste Ciclo aconteceu no  dia 17 de janeiro de 2024, quarta-feira, pelas 13:00, via Zoom, e foi dedicada ao tema da relação entre desigualdades e educação. A dinamização esteve a cargo de Inês Tavares, Licenciada, Mestre e Doutoranda em Sociologia (ISCTE-IUL), membro do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) e investigadora do Observatório das Desigualdades.. A comunicação inicial intitulou-se “Escola e reprodução das desigualdades sociais em Portugal: uma abordagem empírica, multidimensional”; a esta comunicação seguiu-se um período de debate com os/as participantes na sessão.

Partindo de uma análise extensiva aos estudantes matriculados no ensino básico e secundário em Portugal, pretende-se explorar empiricamente a reprodução das desigualdades por via da escola, abordando diversas dimensões sociais, das escolas e do sucesso escolar.

Cartaz da sessão AQUI! | Veja o vídeo da sessão

Licenciada, Mestre e Doutoranda em Sociologia (ISCTE-IUL). Membro do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) e investigadora do Observatório das Desigualdades.

A terceira sessão deste Ciclo aconteceu no dia 13 de dezembro, quarta-feira, pelas 13:00, via Zoom, e será dedicada ao tema da “Habitação”.

A dinamização esteve a cargo de Sónia Alves, doutorada em sociologia e investigadora Instituto de Ciências Sociais (ICS-UL). A comunicação inicial intitula-se “A desigualdade como um produto intencional das políticas de habitação”; a esta comunicação seguiu-se um período de debate com os/as participantes na sessão.

Esta comunicação reflete sobre o papel dos estudos de análise comparada internacional para problematizar os mecanismos da (re)produção das desigualdades. Oferece recomendações para a adoção de princípios de não discriminação e de não segregação, bem como para a proteção dos mercados de habitação locais/regionais.

Cartaz da sessão AQUI! | Veja o vídeo da sessão

Investigadora do Instituto de Ciências Sociais (ICS/UL) Doutorada em Sociologia (ISCTE-IUL); Mestre em Planeamento Urbano (FEUP/FAUP); Licenciada em Geografia (FLUP). Nos últimos anos tem investigado as políticas de habitação e de planeamento urbano, buscando contribuir para o combate à segregação.

A segunda sessão deste Ciclo aconteceu no  dia 15 de novembro de 2023, quarta-feira, pelas 13:00, via Zoom, e foi dedicada ao tema das “Mobilidades e Desigualdades”.

A dinamização esteve a cargo de Catarina Sales Oliveira, socióloga, professora da Universidade da Beira Interior e investigadora do CIES/ISCTE-IUL.

Apresentação e debate em torno de teorias e metodologias para a investigação sociológica e a intervenção social em torno
das mobilidades e a sua relação com as desigualdades sociais.

cartaz da sessão AQUI! | Veja o vídeo da sessão

Professora de Sociologia e Diretora do Mestrado em Empreendedorismo e Inovação Social na Universidade da Beira Interior (UBI). Investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (ISCTE-IUL).

A primeira sessão teve lugar no dia 13 de outubro de 2023, pelas 13 horas, em formato online (via Zoom).

Foi dedicada ao tema das desigualdades sociais de saúde e foi dinamizada pela professora e investigadora Sara Conceição, tendo como título: Desigualdades sociais de saúde – O que são, como se manifestam, como podem ser estudadas?.

As desigualdades sociais de saúde podem ser definidas como disparidades sistemáticas observadas no estado de saúde de indivíduos, ligadas a critérios de diferenciação social (Aïach, 1996; Whitehead e Dahlgren, 2007), que se manifestam através de um padrão estável e duradouro. Documentadas desde o final do século XIX, estas desigualdades não só perduram como, em diversos contextos, se intensificaram. Apesar disto, elas continuam a constituir-se frequentemente como um ponto cego do espaço social (Fassin, Aïach, Philippe, 1997), sustentado por representações amplamente partilhadas que, iludindo os processos sociais inscritos nos corpos (Fassin, 2005), identificam a saúde e a doença como fenómenos eminentemente naturais. Em Portugal, elas permanecem amplamente sub-investigadas. Mobilizando diversos estudos, nacionais e internacionais, esta comunicação procurará fazer uma pequena introdução ao tema.

Consulte o cartaz aqui.

Sara Conceição é professora de sociologia na Universidade Sorbonne Paris Norte e doutoranda na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, onde foi bolseira da FCT. Também na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, é investigadora do Instituto de Sociologia. Antes disto, trabalhou, em Paris, como gestora de projetos pedagógicos, coordenadora associativa e professora de ciências económicas e sociais. Foi Assistente do Programa Europeu Grundtvig. Em Portugal, trabalhou como formadora e mediadora social, no âmbito de projetos financiados pelo FSE/POPH. Publicou diversas traduções científicas em sociologia (Fr-Pt-Fr) e artigos em revistas especializadas. Foi avaliadora para o Collège universitaire de Sciences Po e integra, desde 2021, o comité pedagógico de Arte Éducation.