Associação Portuguesa de Sociologia|aps@aps.pt

Workshop “Plágio no Ensino Superior. O que é? Porque e como não cometer?”

//Workshop “Plágio no Ensino Superior. O que é? Porque e como não cometer?”

Workshop “Plágio no Ensino Superior. O que é? Porque e como não cometer?”

(Uma primeira) Nota sobre a campanha da APS para a prevenção do plágio e promoção da integridade académica no ensino superior português
Madalena Ramos (CIES-IUL, ISCTE-IUL)
César Morais (CICS.NOVA, FCSH-UNL)

A direção da Associação Portuguesa de Sociologia (APS) desafiou as instituições universitárias que oferecem formações em sociologia para se associarem a uma campanha que tem por principal objetivo a prevenção do plágio e a promoção da integridade académica no ensino superior português.
Esta campanha materializa-se junto de estudantes e docentes de sociologia através da realização do Workshop “Plágio e Integridade Académica” nas suas instituições de ensino. Neste Workshop situa-se o plágio no universo das fraudes académicas e analisa-se o enquadramento dessas práticas nos regulamentos da instituição visitada. Em seguida, explica-se o que é o plágio, as razões pelas quais não deve ser cometido, as ferramentas para a sua deteção e também as práticas mais eficazes para o evitar. Por último, promove-se um debate em torno da fraude e integridade em contexto académico.
O desafio lançado pela APS foi prontamente aceite por várias instituições, o que já se traduziu em vários Workshops realizados em cinco instituições e agendados noutras três/quatro até ao início de maio. Este interesse pronto e generalizado constituiu um primeiro indício, quer da relevância destas temáticas nas agendas institucionais, pelo menos nas sociológicas, quer do interesse em debatê-las de forma alargada, quer ainda da importância atribuída à prevenção do plágio e promoção da integridade académica junto de alunos nos vários ciclos de ensino. Estas primeiras impressões foram depois confirmadas durante a presença dos coordenadores desta campanha nessas várias instituições, tanto em conversas coloquiais com representantes de órgãos institucionais e com outros colegas, como nas ocasiões de interação com os participantes nos Workshops.
Com efeito, os momentos de partilha proporcionados pela itinerância desta campanha – e dos seus coordenadores – têm constituído uma oportunidade ímpar para entrever a atual relação das instituições visitadas e dos seus membros com a fraude e a integridade académica, assim como para conhecer algumas das inquietações e controvérsias que estes temas suscitam presentemente nessas academias. Dado o principal objetivo desta campanha, não podíamos enjeitar esta rara possibilidade para encetar um processo informal de observação direta e participante, procurando preservar as (situ)ações que a nossa presença despoleta para depois sistematizá-las num quadro geral de reflexões que, articulado com o conhecimento de que dispomos sobre os estudos que versam a fraude na academia portuguesa e também com o balanço que faremos desta campanha da APS, divulgaremos posteriormente à guisa de nota conclusiva.
Nesta primeira nota, porém, não podemos deixar de tornar público o nosso agradecimento a todos os colegas que tão bem nos acolheram nas suas instituições e que connosco estabeleceram frutuosos diálogos, assim como a todos os participantes nos Workshops pela sua presença atenta e intervenções sagazes, esperando também que estes nossos encontros permitam reforçar o debate sobre a prevenção, vigilância e punição da fraude nas vossas instituições, rumo a um ensino superior cada vez mais íntegro.


Calendário

Workshops já realizados

– Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa: 19 de novembro, 3 e 17 de dezembro de 2018 [estudantes de 1º e 2º ciclo]

– Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra: 12 de fevereiro de 2019 [estudantes de 1º e 2º ciclo]

– Faculdade de Economia da Universidade do Algarve: 21 de fevereiro de 2019

– Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade da Beira Interior: 25 de fevereiro de 2019

– Faculdade de Letras da Universidade do Porto: 28 de fevereiro de 2019

– Faculdade de Letras da Universidade do Porto: 6 de março de 2019

– ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa: 28 de março de 2019 – 17h00/19h00

– Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa: 1 de abril de 2019 – 14h00

– Universidade do Minho: 5 de abril de 2019 – 14h300

– Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa – 8 de abril de 2019 – 14h00

Workshops agendados

– Universidade de Évora – 6 de maio de 2019 – 11h00

 


O que é:

Trata-se de um workshop dinamizado por Madalena Ramos (CIES-IUL, ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa) e César Morais (CICS.NOVA, FCSH-UNL) e promovido pela APS.

Este Workshop surge na sequência do desafio lançado pela direção da Associação Portuguesa de Sociologia aos Departamentos de Sociologia: o de se associarem a uma campanha para a prevenção da fraude académica e promoção da integridade no ensino superior português.

Esta campanha passa pela realização de um Workshop, destinado a estudantes dos vários ciclos de ensino (aberto à participação de docentes) e tem como principal objetivo a prevenção da prática do plágio.

Na agenda do Workshop constam: a contextualização do plágio no universo das fraudes académicas; a análise do enquadramento institucional da fraude académica; a identificação dos elementos que caracterizam o que é o plágio; as práticas mais eficazes para evitar o plágio; a realização de exercício(s) prático(s) com os estudantes; e o debate aberto aos participantes em torno da fraude e integridade em contexto académico.

 

 

2019-05-02T13:18:17+00:00
Free WordPress Themes, Free Android Games